A numeração de RPS junto à série representa uma chave única da nota na prefeitura.


O Gateway administra automaticamente o sequenciamento do número de RPS por você, se desejar.


Obs.: Recomendamos fortemente você deixar o Gateway administrar o RPS pois cada prefeitura exige um funcionamento diferente, até mesmo quando uma nota fiscal é rejeitada e precisa ser retransmitida.


Basta inserir o número de RPS inicial a ser utilizado no cadastro da empresa e não informar o número na própria emissão da nota:



Dessa forma, você não precisa se preocupar em como a prefeitura exige que os RPS sejam transmitidos (cada prefeitura é do seu jeito).


É importante inserir o último número livre de RPS para evitar duplicidade ou que suas notas sejam rejeitadas com validações do tipo:

  • RPS já informado;

  • Número de RPS já existe, entre outras variedades desse tipo.


Está com dificuldade de encontrar o último número de RPS livre? 


A maioria das prefeituras permite o uso de série então basta definir uma série diferente das notas anteriores, e, assim, começar a numeração de 1 novamente.


RPS congelado por segurança


Em prefeituras mais problemáticas, o Gateway mantém o mesmo número de RPS na nota mesmo que ela tenha sido negada.


Dessa forma, evita-se casos da prefeitura retornar erro apesar da nota ter sido emitida.


Em outras, ele pode limpar o RPS automaticamente e reaproveitá-lo em outra nota, mas esse comportamento é bastante dinâmico e pode variar dependendo dos resultados obtidos do sistema municipal ao longo do tempo.


De acordo com a evolução ou estabilidade do sistema da prefeitura o modelo adotado pode ser até ajustado internamente, sem você nem ficar sabendo.


Nota fiscal negada por RPS já existente/utilizado


No caso da nota ter sido negada por RPS já existente, existem 2 soluções:

  • Sobrescrever o número de RPS informando-o na requisição de emissão (veja aqui como);

  • Acionar o nosso atendimento para que limpemos a nota e o sequenciamento recomece de onde parou.


Antes de limpar o RPS sempre validamos se a nota realmente não foi emitida na prefeitura.